25/12/15

Utimo dia de vida

Se porventura você fosse morrer daqui a exatamente 24 horas e não tivesse a oportunidade de se comunicar com ninguém, o que você se arrependeria de não ter dito a alguma pessoa? 
Pegunta que nos faz repensar a forma de viver, olhar para dentro do eu e querer a mudança; como se o ato de mudar fosse algo distante ou inacessível.
Não quero ser pobre de mudança, quero todo dia o diferente de forma diferente. A mesmice fadiga a vida e leva ao caminho do arrependimento. O arrependimento sempre será o inútil desejo que o tempo volte atrás . Se porventura eu saber que me restam apenas um dia de vida, não haveria um segundo de arrependimento. A vida é agora, colha cada segundo e use sem perca de tempo; carpe diem, já dizia Horácio.

Rafael Almeida Teixeira. Itabuna-BA 25.12.2015
 

O mundo de Sofia Copyright © 2007-2015 Designed by Rafael Almeida Teixeira